top of page

Filmes premiados na IV Transforma (2022)



Unicórnio de Ouro - Filme (Júri Técnico)

Uma paciência selvagem me trouxe até aqui

Direção: Érica Sarmet

Ficção | 25 min | 2021 | 18 anos | RJ


Comentário do Juri:

Pela qualidade técnica e estética do filme conjugadas à potência afetiva da narrativa a partir do encontro de diferentes mulheres lésbicas, despertando laços afetivos que transcendem gerações


Unicórnio de Ouro - Filme (Voto Popular)

Uma paciência selvagem me trouxe até aqui

Direção: Érica Sarmet

Ficção | 25 min | 2021 | 18 anos | RJ


Unicórnio de Ouro - Documentário (Júri Técnico)

O Babado de Toinha

Direção: Sérgio Bloch

Documentário | 13 min | 2020 | 10 anos | RJ


Comentário do Juri:

Pela abordagem envolvente com que o documentário apresenta a personagem e sua trajetória peculiar, amplificando o olhar do espectador para a espontaneidade e valorização do autoconhecimento diante das asperezas da vida


Unicórnio de Ouro - Documentário (Voto Popular)

O Babado de Toinha

Direção: Sérgio Bloch

Documentário | 13 min | 2020 | 10 anos | RJ


Unicórnio de Ouro - Atriz

Nem o Mar Tem Tanta Água

Direção: Mayara Valentim


Elenco: Laíz Lacerda

Raana Rocha

Ficção | 20 min | 2022 | 16 anos | PB


Comentário do Juri:

Pela interpretação repleta de sutilezas, com nuances que valorizam a presença e impacto da mise-en-scene . Destaque para as cenas em que a atriz se relaciona com as outras mulheres da narrativas. Nesses momentos, as sutilezas citadas se ressaltam e fazem com que a sua atuação se torne ainda mais brilhante.


Unicórnio de Ouro - Ator

Time de Dois

Direção: André Santos

Elenco: Firmino Brasil, Thásio Igor, Célia Melo, Leonardo Prata, Wallace Martin e Artur Sousa

Ficção | 11 min | 2021 | Livre | RN


Comentário do Juri:

Pela interpretação com genuidade e naturalidade de sua expressão corporal. Uma interpretação potente e impressionante .


Unicórnio de Ouro - Roteiro

O Pato

Direção: ANTÔNIO GALDINO

Ficção | 11 min | 2021 | 14 anos | PB


Comentário do Juri:

Pela originalidade na criação de um universo ficcional narrativo inspirado na história de inúmeras mulheres vítimas de violência doméstica


Unicórnio de Ouro – Direção

Uma paciência selvagem me trouxe até aqui

Direção: Érica Sarmet

Ficção | 25 min | 2021 | 18 anos | RJ


Comentário do Juri:

Pela qualidade técnica da direção nos aspectos fotográficos e também pela construção afetiva e sensorial da experiência do ser mulher lésbica no brasil contemporâneo


Unicórnio de Ouro - Direção de Arte

Nem o Mar Tem Tanta Água

Direção: Mayara Valentim

Direção de arte: Ana Moravi

Ficção | 20 min | 2022 | 16 anos | PB


Comentário do Juri:

Pelas particularidades e riqueza de elementos cênicos na construção de um conjunto complexo entre figurino, cenário e maquiagem


Unicórnio de Ouro - Direção de Fotografia

Makumba

Direção: Emerson Evêncio

Direção de fotografia: Lourenço Diniz

Ficção | 24 min | 2022 | 12 anos | ES


Comentário do Juri:

Pela qualidade na decupagem dos planos e enquadramentos que potencializam os movimentos na relação corpo-câmera da performance e sua relações pujantes com ancestralidade afrodescendente


Unicórnio de Ouro - Desenho de Som

Nem o Mar Tem Tanta Água

Direção: Mayara Valentim

Desenho de som: Daniel Moraes (Jack)

Ficção | 20 min | 2022 | 16 anos | PB


Comentário do Juri:

Pela harmonia entre os sons diegéticos e extra-diegéticos com uma aguçada delicadeza


Unicórnio de Ouro - Trilha Sonora

Makumba

Direção: Emerson Evêncio

Trilha Sonora: Wanderson Lopes

Ficção | 24 min | 2022 | 12 anos | ES


Comentário do Juri:

Pela proposta de relação indissociável entre som e imagem, de modo a potencializar a performance dos corpos e os aspectos oníricos e realidade


Unicórnio de Ouro – Montagem

Uma paciência selvagem me trouxe até aqui

Direção: Érica Sarmet

Montagem: Clarissa Ribeiro, Bem Medeiros


Ficção | 25 min | 2021 | 18 anos | RJ

Comentário do Juri:

Pela qualidade expressiva e criativa da montagem que dialoga com diferentes princípios estéticos perpassando pelas linguagens clássicas bem como as vanguardas, configurando um estilo particular e poético no universo de narrativas lésbicas.


Prêmio “Olhar Transformador” (Ficção)

Time de Dois

Direção: André Santos

Ficção | 11 min | 2021 | Livre | RN


Comentário do Juri:

Pela leveza ao abordar a relação homoafetiva gay em um ambiente hegemonicamente homofóbico (o esporte-futebol), propondo outra possibilidade de encararmos tais relações


Prêmio “Olhar Transformador” (Documentário)

As Canções de amor de uma bixa velha

Direção: André Sandino Costa

Documentário | 22 min | 2020 | 14 anos | RJ


Comentário do Juri:

Pela sensibilidade poética de como nossos corpos e memórias carregam marcas da infância que se manifestam de diferentes formas; nesse documentário é o poder da música que ecoa pelo tempo e pela voz.


Prêmio Afronte

Custódia

Direção: Vinicius Sassine

Categoria: Documentário | 25 min | 2021 | 14 anos | DF


Comentário do Juri:

Pela abordagem didática e pedagógica do documentário conjugando as questões de gênero e sexualidade às desigualdades sociais


Prêmio BAPHO Cultural

Paralelas

Direção: Amira Massabki

Documentário | 23 min | 2022 | 16 anos | PR


Comentário:

Pela abordagem e construção da cultura sapatão


Prêmio ADEH

O Babado de Toinha

Direção: Sérgio Bloch

Documentário | 13 min | 2020 | 10 anos | RJ


Unicórnio de Ouro - Filme (Mostra 44 - Voto Popular)

Paralelas

Direção: Amira Massabki

Documentário | 23 min | 2022 | 16 anos | PR


Unicórnio de Ouro - Filme (Mostra Animaqueer - Voto Popular)

Saindo com estranhos da internet

Direção: Eduardo Wahrhaftig

Documentário | 11 min | 2021 | 12 anos | SP

66 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page